14 de março de 2011

QUANDO A SOLIDÃO NOS SUFOCA


Talvez um dos grandes males que nosso povo sofre hoje é essa tal de SOLIDÃO.
 Definida por muitos e de várias formas, que na verdade se resume na ausência de alguma coisa ou de algo.
Conheço pessoas que optaram em viver sozinhas, sem ao menos a presença de algo. Alguns pensadores já diziam da SOLIDÃO uns de forma pessimista, outros eram um pouco mais otimistas. Gosto de um que diz:" Homem, ou Mulher é uma ilha ". Bárbaro, profundo, que sabedoria. Esse homem nos faz pensar muito com essa simples e curta frase. Significa que somos pessoas totalmente sociáveis, que de uma forma ou de outra precisamos das pessoas para nos relacionar. É necessário discernir esse termo “PRECISAR”, pois ele pode vir como algo para justificar ato de usar as pessoas, ao passo que ele deve ser usado como precisar no sentido recíproco e gratuito.
Por que as pessoas então se sentem só, ou seja, solitárias. Grande parte das vezes por motivo de fim de namoros, noivados, casamentos, etc. Às vezes por que ela idealiza algo perfeito dentro do mundo que ela idealiza mais que ninguém pode participar, por que não alcançam os graus de perfeição que ela mesma impõe para se relacionar com as pessoas. Pessoas assim se julgam donas de tudo e de todos, acham que podem comprar e vender quando quiserem. Elas vão se alimentando de egoísmo e de humilhar os outros. Porém é preciso um dia algo lhe acontecer para que o mundo ilusório e perfeito que ela criou dentro de si, desabe, entramos aqui um pouco no texto das coisas e pessoas. Aos poucos que as pessoas estão ao seu lado e no seu mundo não por causa dela, mais de suas coisas. Temos sim que ter nosso mundo, mas devemos tê-lo com pés no chão, sonhar sem magoar e construir sem derrubar algo dos outros. Também não podemos fazer do outro nosso único mundo. E nem permitamos que sejamos o mundo de alguém.
Por isso que a solidão acontece na nossa vida, por que vamos nos fechando e pensado que podemos resolver tudo sozinho sem ajuda de alguém, pensamos que as pessoas não devem participar da nossa vida.
Solidão significa no seu interior pessoas que não amam e não se deixam amar. Quanta solidão existe nas famílias, em nossas casas. É verdade, quantas pessoas vivem numa casa, mais elas mesmas se sentem solitárias, não permitem participar da vida um do outro e preencher os vazios que o dia-dia oferece.
Talvez hoje esteja assim, vivendo na mais perfeita fossa, talvez a solidão tenha tomado parte da sua vida que nada dá certo e você pensa que tudo acabou. Pode ser que você tenha depositado tudo o que  possuía  numa pessoa e ela se foi e só lhe deixou a solidão, porque o seu mundo era essa pessoa.
Talvez hoje a solidão seja um vazio tão grande na sua vida que as pessoas que você gostaria que participasse dela não participam. Talvez dentro você exista solidão porque alguém um dia que você não preza tanto lhe ofereceu amizade, mais você rejeitou e agora percebe  o quanto ela faz falta na vida.
Contundo solidão é isso a ausência de algo ou de alguém, que muitas vezes nos rejeitamos. Para sair da solidão é só perceber e recuperar tudo e todos que é bom em nossa vida e nós dispensamos, a começar por aquilo que está mais próximo de nós.
Por isso quando sentimos solidão é a maior prova de que precisamos saudavelmente dos outros, muitas vezes daqueles que a gente tanta deixa só, ou desmerece nos caminhos pela vida.